Follow by Email

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Lançamento do Livro A Guerra na Sombra do Poeta

Agradeço imensamente a todos os amigos que compareceram ao lançamento do livro A Guerra na Sombra do Poeta, bem como aos votos de feliz aniversário recebidos tanto no lançamento como pelo Facebook. Também agradeço especialmente a equipe de cerimonial da Câmara através das minhas amigas Grazi Marques e Cris Fidélis. O brilhante trabalho dos músicos Agnaldo Dias e Andrews O'blak (primo querido). A Academia Jacarehyense de Letras pela condução do lançamento, através do nosso presidente Prof. Bene; foram belíssimas as declamações feitas pelos acadêmicos. Além de pessoas maravilhosas e muito queridas que me fizeram muito feliz naquela noite. Registro também as presenças dos queridos João Antonio Grecco e Eloísa Grecco, além dos Vereadores Dario Bueno, Adriano da Ótica, Itamar Alves de Oliveira (presidente da Câmara Municipal de Jacareí que cedeu o plenário para o lançamento), Marino Faria, Edinho Guedes e Laudelino Cesar de Amorim, também do deputado estadual, por Jacareí, Marco Aurélio de Souza. Agradecimentos especiais à imprensa de Jacareí, aos jornais Diário de Jacareí e Semanário e Rádio Mensagem pela divulgação do evento. Todos os que compareceram e os que não puderam comparecer recebam o meu carinho e a minha gratidão. Amigos são presentes de Deus para nos ajudar a viver! Um grande abraço a todos!

NASCEU!

Enfim  nasceu meu querido filho "A Guerra na Sombra do Poeta"
O lançamento aconteceu na Câmara Municipal de Jacareí no dia 16 de setembro.
Agora encontra-se disponível para venda no site http://www.asabeca.com.br/home.php
bem como nas livrarias convenidas ao Grupo Scortecci.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Trecho do Livro


...algumas vezes deixou escapar em suas histórias, que nas
batalhas, o que movia os soldados a avançar era o passo dado
pelo colega ao lado, um avançava e outro também. Não era fácil
a decisão “avançar e atacar,” o perigo constante de um tiro dilacerando
o peito, tomava conta de todos. Eles viram vários de
seus companheiros acabarem assim e isso lhes travava as pernas.
Claro, era preciso avançar diante das ordens dadas pelos superiores,
mas, os sentimentos não recebiam ordens e invadiam seus
espíritos que ficavam tomados de grande temor e apreensão. A
ousadia precisava extravasar e fazê-los avançar, assim enchiam-se
de coragem arrancada forçadamente das entranhas e avançavam
em busca da vitória ou da própria morte...

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

O livro

O livro foi baseado em histórias vivenciadas pelo meu pai, pracinha da II Guerra Mundial, alternando os narradores, em primeira e terceira pessoas, numa linguagem poética.