Follow by Email

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Trecho do Livro


...algumas vezes deixou escapar em suas histórias, que nas
batalhas, o que movia os soldados a avançar era o passo dado
pelo colega ao lado, um avançava e outro também. Não era fácil
a decisão “avançar e atacar,” o perigo constante de um tiro dilacerando
o peito, tomava conta de todos. Eles viram vários de
seus companheiros acabarem assim e isso lhes travava as pernas.
Claro, era preciso avançar diante das ordens dadas pelos superiores,
mas, os sentimentos não recebiam ordens e invadiam seus
espíritos que ficavam tomados de grande temor e apreensão. A
ousadia precisava extravasar e fazê-los avançar, assim enchiam-se
de coragem arrancada forçadamente das entranhas e avançavam
em busca da vitória ou da própria morte...

Um comentário:

  1. querida amiga, o livro superou as minhas expectativas. real, emocionante, saudosista, enfim uma mensagem maravilhosa de vida , luta e reconhecimento. Isso mesmo, seu pai merecia esta homenagem. continue neste caminho, que com certeza é só de flores.
    ficou apenas um gostinho de quero mais, quero ler mais suas historias e suas mensagens.
    lucia maria

    ResponderExcluir